Tags


#Adulting : Gerir Dinheiro de Forma Sábia

27th October 2018

click for English click for French click for German click for Italian click for Portuguese click for Romanian click for Russian

"Imagina o que posso ter com este dinheiro!"

Este foi o pensamento que passou pela minha mente quando recebi o meu primeiro salário. Foi uma transição surreal; passei de uma vida de estudante com orçamento limitado, onde tinha de comer feijão com torradas, a ganhar a vida por mim mesmo e a ter dinheiro sobre o qual eu decido como, quando e quanto gastar. A tentação de sair e gastar tudo foi muito grande. Além disso, não ajudou ver os meus colegas a gastar sem hesitação grandes quantias de dinheiro em diferentes aparelhos eletrónicos ou roupas. Felizmente, o débito da renda da minha conta, alguns dias depois, colocou novamente as coisas em perspectiva.

Acredito que a sábia administração das nossas finanças é a maneira de Deus nos preparar para os planos maiores que Ele tem para nós na vida (Lucas 16:11).

Independentemente da tua situação financeira atual, através de prudência financeira, podemos aplicar os mesmos princípios para sermos melhores mordomos no Seu ministério. Abaixo estão algumas dicas que considero úteis para gerir as minhas finanças.

  1. Ora por força divina. Juntamente com outros métodos, Satanás pode usar o ciclo vicioso da dívida para desviar a nossa atenção dos negócios de Deus. Embora não possamos mudar a situação financeira em que nascemos, podemos, pela graça de Deus, usar o que temos para glorificá-lo. Deuteronómio 8:18 diz: “Antes te lembrarás do Senhor teu Deus, que ele é o que te dá força para adquirires riqueza; para confirmar a sua aliança, que jurou a teus pais, como se vê neste dia.” Neste verso, Moisés estava a tentar transmitir uma dupla mensagem aos israelitas (e, consequentemente, a nós). Primeiramente, que Deus é o provedor de todas as coisas e, em segundo lugar, com o mesmo poder Ele nos dará sabedoria (e humildade) para administrar aquilo com o qual Ele nos abençoou e, finalmente, cumprir Seus planos em nós e para nós.

  2. Reavalia/prioriza as tuas despesas. A melhor maneira de economizar dinheiro é não gastar de todo. Reavalia as tuas despesas em espírito de oração e sê honesto contigo próprio! Pessoalmente, eu tive que desistir de comprar uma flauta nova porque estava a mandar dinheiro para casa. Isto ensinou-me a autodisciplina, e é mais recompensador saber que o dinheiro é gasto numa causa que importa.

Para aquelas despesas que são necessárias, existem sempre melhores maneiras de as fazer, por exemplo:

  • Comparar produtos semelhantes, é possível obter um produto equivalente com qualidade decente equivalente por um preço inferior?
  • Compras a granel com outras pessoas. Além de economizares dinheiro, ao fazê-lo com outros torna mais fácil conhecê-los através de seus hábitos de consumo.
  • Visita sites de cashback (pesquisa TopCashback ou Quidco). Embora pareçam insignificantes, todas estas formas de poupar somam-se. Toma atenção e não deixes que isto te leve a gastares mais do que podes!
  • Considera solicitar um cartão de crédito cashback, contudo isto não significa que podes gastar excessivamente! Pensa nisto como um redirecionamento das tuas despesas normais, ao invés de caíres numa espiral de dívidas.
  • Pesquisa/compara diferentes ofertas bancárias em diferentes bancos - alguns oferecem melhores taxas de poupança, outros constroem o hábito de poupar ao exigir que pagues ou aumentes o teu saldo para um determinado valor por mês. Há muitos sites de comparação que são úteis. Isto é ainda mais fácil no Reino Unido com o Serviço de Troca de Conta Corrente, que muda de forma gratuita a tua conta antiga para a nova.
  • Para viagens/remessas estrangeiras, vale a pena investigar instituições financeiras como Revolut, TransferWise ou Starling, que oferecem melhores taxas para moedas estrangeiras do que a tua agência de câmbio local.

Assim que conseguires exercer prudência sobre as tuas finanças, pensa sobre como podes usar os teus bens, incluindo tempo, esforço e dinheiro, para promoveres o teu ministério. Talvez haja um ministério na igreja que precise urgentemente de pessoas para alcançar outros, ou existam estudantes na tua igreja que iriam desfrutar de um jantar amigável. Ellen White resume isto perfeitamente:

O Senhor designa que os meios a nós confiados sejam utilizados na edificação de Seu reino. Seus bens são outorgados aos mordomos, para que estes possam negociar cuidadosamente com eles, trazendo-Lhe de volta um bom rendimento sob a forma de pessoas salvas para a vida eterna. Essas almas, por sua vez, se tornarão mordomos da verdade e cooperadores do grande empreendimento que cuida dos interesses do reino de Deus. 6T p.448

Espero que estes conselhos sejam úteis ao crescermos para sermos melhores mordomos para Deus, e nos encorajarmos uns aos outros ao longo do caminho!


Licenciado pela Universidade de Bristol em Engenharia Mecânica em 2016, Yi Han trabalha agora como analista de dados numa empresa de serviços profissionais em Cardiff, no País de Gales. No seu tempo livre, ele aprecia jogos de badminton, ciclismo e caminhada (não todos ao mesmo tempo).