Tags


Na Minha Mesa de Cabeceira #4 | Caminhar com Deus (Lynette Allcock)

22nd April 2018

click for English click for Croatian click for Italian click for Portuguese click for Romanian click for Spanish

Na Minha Mesa de Cabeceira é uma série sobre livros que quer garantir que os melhores livros são lidos vezes sem conta. Sabe mais sobre esta série aqui.


Walking with God (Andar com Deus), John Eldredge (2008).

Já alguma vez te perguntaste se uma caminhada íntima com Deus é realmente possível para ti, ser comum que vive no século XXI, distante dos tempos bíblicos? Alguma vez desejaste ter uma experiência mais profunda com Deus? Já sentiste que na teoria Deus está interessado em ti, mas gostavas de vivenciá-lo na prática? Eu também. E é por isso que Walking With God de John Eldredge me tocou tão profundamente.

Sempre gostei de uma boa história. Amo ter uma compreensão daquilo que é ir além dos conceitos, e viver na prática no cotidiano alguma teoria ou valor. O livro surpreendentemente vulnerável de John Eldredge é "uma série de histórias daquilo que é caminhar com Deus ao longo de cerca de um ano" (p. xii), no qual ele abre os seus diários e o seu coração para contar as alegrias e os desafios de aprender a viver mais intimamente com Deus. É uma jornada honesta, linda, empática e, por vezes, dolorosa que me deixou desejosa de ter mais e mais de Jesus na minha própria vida.

Eldredge fala sobre aprender a ouvir Deus, encontrar Deus na nossa dor e no mundano, e experienciar tempos de restauração, crescimento e cura, entre outras coisas. Vez após vez, ele volta à verdade central do amor de Deus e à nossa necessidade de estarmos "enraizados e fundamentados" nesse amor (ver Efésios 3:14-19).

Uma das leituras mais difíceis para mim (e houve muitas) foi uma revelação que Eldredge teve enquanto recuperava de um acidente grave. Ele descobriu como sua necessidade de "fazer acontecer" e estar no controle estavam profundamente enraizadas na sua vida. Ele essencialmente gostava de ser o seu próprio deus. Eu pude identificar-me. Eu gosto de estar no controle, eu senti muitas vezes que a minha felicidade e sucesso eram em grande parte dependentes de mim, e até eu ler esta história, nunca pensei seriamente no que isso dizia a respeito da minha visão de Deus ou da minha falta de confiança real n’Ele. Eu ressoei com a oração de Eldredge:

"Jesus, eu santifico todos os meus dons e todas as minhas habilidades de “fazer acontecer” a Ti agora. Eu trago-os a Ti, para Te servir a Ti e não à minha abordagem ímpia da vida. Peço que o Teu amor cure essa parte de mim que sente que devo fazer acontecer, que todas as coisas - especialmente a minha felicidade - dependem de mim... Transfiro a minha confiança na minha capacidade de fazer as coisas acontecerem, para o Teu amor e bondade." (p. 103-104)

O meu livro Walking With God está todo marcado com notas, sublinhado e com pontos de exclamação, o que para mim é um verdadeiro sinal de amor e uma alta recomendação. Acho que este livro fala diretamente comigo cada vez que o releio. Além disso, desde a minha primeira leitura fiquei inspirada para ouvir mais a Deus e não apenas falar com Ele (ou para Ele), o que teve como resultado muitos momentos mais pessoais e íntimos com Deus, experiências de contato com as pessoas no momento certo e uma maior sensação de paz. Eu encorajo-te a ires fundo neste livro por ti mesmo e redescobrir a possibilidade, a necessidade e a alegria de andar com Deus.

“Deus criou-nos para uma comunhão íntima com Ele e, ao fazê-lo, estabeleceu o objetivo da nossa existência—conhecê-lo, amá-lo e viver as nossas vidas num relacionamento íntimo com Ele.” (p. 12)


Lynette Allcock vive em Watford, Reino Unido, onde leciona Inglês, escreve e apresenta a Rádio Adventista de Londres. Além de ser uma ávida leitora, ela gosta imenso de viajar, de chá e de boas conversas.