Tags


Introdução a "Ciladas do Cristianismo"

4th June 2017

click for English click for Croatian click for French click for German click for Italian click for Portuguese click for Romanian click for Russian click for Spanish

Jesus é um Salvador que salva “até ao limite”. Heb 7:25. Ele é apto de salvar qualquer um, não importa quem eles sejam ou o que tenham feito. Ao mesmo tempo, Jesus ensinou que o caminho da salvação é estreito e ilustra esta importante verdade repetidamente em Suas parábolas: Muitos pensam que eles são cristãos quando não o são, muitos nunca se tornam cristãos, apesar de o quererem, e muitos cristãos têm a sua alegria ofuscada ou não resistem até o fim.

Estes avisos levadas a sério e compreendidos, estão cheios de esperança. Eles revelam os obstáculos mais comuns que mantêm a alma afastada de Cristo, e sabendo e evitando esses erros, a alma pode seguir o caminho de Cristo, embora existam ciladas à direita e à esquerda.

E existem muitos que anseiam por tal orientação. No livro Evangelismo, Ellen White escreveu que

“Muitas pessoas há que querem saber o que fazer para serem salvas. Querem uma explicação simples e clara dos passos indispensáveis para a conversão e nenhum sermão deve ser feito sem que nele se contenha uma porção especialmente destinada a esclarecer o caminho pelo qual os pecadores podem atingir a Cristo para salvarem-se.” Ev 188.

Então, quais são esses erros mais comuns? Alguns deles podem ser encontrados no clássico de Ellen White Caminho a Cristo. Decidimos agrupar esses erros que ela diz “muitos” fazem em uma série intitulada “Ciladas do Cristianismo”. Eles são apresentados resumidamente em baixo:

1. O que é arrependimento? “Muitos . . . Pensam que não podem vir a Cristo a menos que primeiro se arrependam e que o arrependimento se prepare para o perdão dos pecados.” CC 26.
2. “Eu não sou bom o suficiente” “Quantos há que julgam não ser suficientemente bons para ir a Cristo.” CC 31.
3. “Eu escolherei Deus quando for mais conveniente” “Muitos tranquilizam a consciência perturbada, com o pensamento de que poderão mudar o seu ímpio procedimento quando bem o quiserem.” CC 33.
4. Uma religião meramente intelectual “Muitos adotam uma religião intelectual, uma forma de piedade, sem que seja purificado o coração.” CC 35.
5. Entrega incompleta a Deus “A pergunta de muitos de um coração orgulhoso é: “Porque preciso ir em penitência e humilhação antes que eu possa ter a certeza de minha aceitação com Deus?” CC 46.
6. Desejando, mas não decidindo ser um cristão “Muitos indagam: *Como* devo eu fazer a entrega do próprio eu a Deus?” CC 47.
7. “Jesus não pode me perdoar” “Aqui é onde milhares erram: não crêem que Jesus lhes perdoe pessoalmente, individualmente.” CC 52.
8. “Eu tenho que fazer algo por mim mesmo” “Muitos têm a ideia de que devem fazer sozinhos parte do trabalho.” CC 69.
9. “Não tenho talento suficiente para servir a Deus” “Muitos se têm escusado de pôr os seus dons ao serviço de Cristo, pelo motivo de haver outros que possuem dons e vantagens superiores.” CC 82.
10. Falhando em encontrar a felicidade em Deus “Se tão-somente crêssemos nisto plenamente. . . Havíamos de desfrutar então um repouso de alma ao qual muitos têm sido por muito tempo alheios.” CC 86.
11. Dúvidas e ceticismo “Muitos há . . .que são por vezes perturbados por céticas sugestões.” CC 105.
12. “Eu fiz asneira” “Muitos . . . pensam demasiado em seus erros e faltas e decepções, ficando com o coração cheio de amargura e desalento.” CC 116.
13. Não considerando as lutas dos outros “Há muita alma valorosa terrivelmente assaltada por tentações, prestes a desfalecer no conflito com o próprio eu e os poderes do mal.” CC 120.

Pedimos a diferentes escritores para escrever sobre cada tópico. Eles ilustrarão a partir da Bíblia como cada erro obscurece o caminho a Cristo, e como a cilada pode ser evitada ou superada para que o crente possa firmemente dar cada passo em direção a Cristo. Estes artigos serão publicados mensalmente, a partir do próximo mês. Esperamos que esta série devocional possa ser um raio de luz que ajude muitos a encontrarem Cristo.