Tags


Introdução a "Ciladas do Cristianismo"

4th June 2017

<img src="http://icons.iconarchive.com/icons/gosquared/flag/64/United-Kingdom-icon.png"alt="click for English"style=width:64px;border:0;"> <img src="http://icons.iconarchive.com/icons/gosquared/flag/64/Croatia-icon.png"alt="click for Croatian" style="width:64px;border:0;"> click for French click for German <img src="http://icons.iconarchive.com/icons/gosquared/flag/64/Italy-icon.png"alt="click for Italian" style="width:64px;border:0;"> click for Portuguese click for Romanian click for Russian click for Spanish

Jesus é um Salvador que salva “até ao limite”. Heb 7:25. Ele é apto de salvar qualquer um, não importa quem eles sejam ou o que tenham feito. Ao mesmo tempo, Jesus ensinou que o caminho da salvação é estreito e ilustra esta importante verdade repetidamente em Suas parábolas: Muitos pensam que eles são cristãos quando não o são, muitos nunca se tornam cristãos, apesar de o quererem, e muitos cristãos têm a sua alegria ofuscada ou não resistem até o fim.

Estes avisos levadas a sério e compreendidos, estão cheios de esperança. Eles revelam os obstáculos mais comuns que mantêm a alma afastada de Cristo, e sabendo e evitando esses erros, a alma pode seguir o caminho de Cristo, embora existam ciladas à direita e à esquerda.

E existem muitos que anseiam por tal orientação. No livro Evangelismo, Ellen White escreveu que

“Muitas pessoas há que querem saber o que fazer para serem salvas. Querem uma explicação simples e clara dos passos indispensáveis para a conversão e nenhum sermão deve ser feito sem que nele se contenha uma porção especialmente destinada a esclarecer o caminho pelo qual os pecadores podem atingir a Cristo para salvarem-se.” Ev 188.

Então, quais são esses erros mais comuns? Alguns deles podem ser encontrados no clássico de Ellen White Caminho a Cristo. Decidimos agrupar esses erros que ela diz “muitos” fazem em uma série intitulada “Ciladas do Cristianismo”. Eles são apresentados resumidamente em baixo:

1. O que é arrependimento? “Muitos . . . Pensam que não podem vir a Cristo a menos que primeiro se arrependam e que o arrependimento se prepare para o perdão dos pecados.” CC 26.
2. “Eu não sou bom o suficiente” “Quantos há que julgam não ser suficientemente bons para ir a Cristo.” CC 31.
3. “Eu escolherei Deus quando for mais conveniente” “Muitos tranquilizam a consciência perturbada, com o pensamento de que poderão mudar o seu ímpio procedimento quando bem o quiserem.” CC 33.
4. Uma religião meramente intelectual “Muitos adotam uma religião intelectual, uma forma de piedade, sem que seja purificado o coração.” CC 35.
5. Entrega incompleta a Deus “A pergunta de muitos de um coração orgulhoso é: “Porque preciso ir em penitência e humilhação antes que eu possa ter a certeza de minha aceitação com Deus?” CC 46.
6. Desejando, mas não decidindo ser um cristão “Muitos indagam: *Como* devo eu fazer a entrega do próprio eu a Deus?” CC 47.
7. “Jesus não pode me perdoar” “Aqui é onde milhares erram: não crêem que Jesus lhes perdoe pessoalmente, individualmente.” CC 52.
8. “Eu tenho que fazer algo por mim mesmo” “Muitos têm a ideia de que devem fazer sozinhos parte do trabalho.” CC 69.
9. “Não tenho talento suficiente para servir a Deus” “Muitos se têm escusado de pôr os seus dons ao serviço de Cristo, pelo motivo de haver outros que possuem dons e vantagens superiores.” CC 82.
10. Falhando em encontrar a felicidade em Deus “Se tão-somente crêssemos nisto plenamente. . . Havíamos de desfrutar então um repouso de alma ao qual muitos têm sido por muito tempo alheios.” CC 86.
11. Dúvidas e ceticismo “Muitos há . . .que são por vezes perturbados por céticas sugestões.” CC 105.
12. “Eu fiz asneira” “Muitos . . . pensam demasiado em seus erros e faltas e decepções, ficando com o coração cheio de amargura e desalento.” CC 116.
13. Não considerando as lutas dos outros “Há muita alma valorosa terrivelmente assaltada por tentações, prestes a desfalecer no conflito com o próprio eu e os poderes do mal.” CC 120.

Pedimos a diferentes escritores para escrever sobre cada tópico. Eles ilustrarão a partir da Bíblia como cada erro obscurece o caminho a Cristo, e como a cilada pode ser evitada ou superada para que o crente possa firmemente dar cada passo em direção a Cristo. Estes artigos serão publicados mensalmente, a partir do próximo mês. Esperamos que esta série devocional possa ser um raio de luz que ajude muitos a encontrarem Cristo.