Tags


A Meio Caminho.

16th February 2018

click for English click for Italian click for Portuguese click for Romanian click for Spanish
Esta publicação é a nona da nossa Série “Ciladas do Cristianismo”. Baseada em citações do livro Caminho a Cristo, procura analisar alguns mal-entendidos comuns que muitos encontram na sua caminhada cristã. Acho que serás desafiado por esta... —Editor

Eles estavam a dirigir-se para uma nova vida nos Estados Unidos da América. Para muitos, foi o início de uma jornada para alcançar os seus desejos de riqueza, honra e comodidade. Em 1912, 2.224 emigrantes da Grã-Bretanha, Irlanda, Escandinávia e outros países da Europa embarcaram no RMS Titanic. Às 23h40 do dia 14 de abril de 1912, o Titanic atingiu um iceberg e às 2:20 da manhã, o ‘inafundável’ RMS Titanic desapareceu sob as ondas do Oceano Atlântico Norte. Mais de 1500 passageiros morreram, para nunca verem a riqueza, honra e comodidade que esperavam. Eles estavam apenas a meio caminho!

A história do Titanic permanece como lembrança que ninguém está a salvo. Desastres podem estar a apenas um momento de distância da inocente vítima. Não sei quantas pessoas no Titanic eram consagradas a Deus. Mas uma coisa é certa: muitos morreram e sua esperança de ressurreição só pode ser encontrada em Cristo.

Hoje, milhões de indivíduos estão a planear uma carreira, visando construir um futuro seguro para si mesmos e para suas famílias.

No entanto, só podemos encontrar a verdadeira segurança na Palavra de Deus e seguindo os passos de Cristo.

No livro Caminho a Cristo, Ellen White diz “Mamom é o ídolo de muitos. O amor do dinheiro, a ambição de fortuna, é a cadeia de ouro que os liga a Satanás. Fama e honras mundanas são idolatradas por outros. Uma vida de comodidade egoísta, isenta de responsabilidade, constitui o ídolo de outros.” CC 44.

Riqueza, reputação e comodidade egoísta eram tudo o que eu em tempos desejei. De fato, são frequentemente desejados por causa do que vemos os outros fazer e possuir. O meu pai costumava dizer-me: "Não olhes para o que os outros têm porque não sabes o que eles fizeram para obtê-lo." Era um daqueles provérbios sábios que ele me repetia de tempos a tempos.

À medida que cresci e ganhei mais experiência de vida, vi a infelicidade que ter tudo traz, porque na realidade sem Cristo nunca tens nada.

Se passares a vida inteira com o objetivo de chegar ao topo da tua montanha, já te perguntaste "O que farei quando chegar lá?" ou "O que farei depois?". Certamente, ninguém quer descer a encosta. Há apenas Um que pode dar-te felicidade genuína mesmo quando alcanças os teus objetivos na vida, Jesus Cristo.

Isso leva-me a pensar na montanha que queres escalar ou no mar da experiência de vida que desejas navegar. Isso trará glória e honra ao teu Criador e irá aproximar-te dEle? Caso contrário, eu recomendo-te fortemente que reconsideres. Jesus colocou assim, “Assim, pois, qualquer de vós, que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo.” Lucas 14:33. Deus deseja que teu coração, mente e obras sejam consagradas a Ele. Ele Quer o teu serviço completo.

“Não podemos pertencer metade ao Senhor e metade ao mundo. Não somos filhos de Deus a menos que o sejamos totalmente.” CC, 44.

A luta de muitos é que ter a certeza da aceitação de Deus exige-lhes que, pela fé, busquem Deus de todo o seu coração. Ellen White disse “Muito coração orgulhoso indaga: ‘Por que me devo arrepender e humilhar antes de poder ter a certeza de minha aceitação por parte de Deus?’” CC, 46.

Jesus veio como homem e deixou-nos um exemplo a seguir. Lembro-me de quando usávamos o papel vegetal na escola primária. A professora dava-nos uma imagem perfeita para copiar e então fazíamos o nosso melhor para desenhar exatamente igual. Da mesma forma, Jesus deixou-nos a imagem perfeita para copiar - a Sua vida e as suas palavras. No entanto, é somente através da Sua força que podemos seguir a vontade de Deus.

Há vários anos, estava a estudar a Bíblia com um jovem. Ele tinha sucesso na vida, mas tinha objetivos que o separariam de Deus. Passei tempo mostrando-lhe na Palavra o quanto o Salvador o amava, mas, eventualmente, ele disse que não queria mais estudar a Bíblia. Alguns meses depois de sua decisão, ele veio até à minha igreja e começou a caminhar incansavelmente para cima e para baixo no passeio. Eu vi-o e chamei por ele. Ele veio até mim com lábios trêmulos e lágrimas nos olhos e disse: "Eu sinto que estou a perder a cabeça". Implorei-lhe que viesse a Deus, mas ele não o fez. Nunca mais o vi. Assim como o Titanic, muitos afundar-se-ão sob as ondas dos mares frios que o mundo traz nas experiências da vida. Mas se Pedro pôde ser salvo de afundar-se, também nós podemos.

Vamos até o Senhor com um coração consagrado, meio caminho não é o suficiente.

Craig Gooden é o atual Diretor do Centro de Evangelização PEACE e Obreiro Bíblico para a Conferência do Norte da Inglaterra (NEC) dos Adventistas do Sétimo Dia. Craig gosta de partilhar o Evangelho com os outros e, mais importante, de passar tempo com sua esposa Farida e seu filho Izraël.